Janeiro – um mês renovador

Janeiro é o primeiro mês do ano no calendário juliano e gregoriano. É composto por 31 dias para que possamos nos renovar e nos esperançar.




Coluna Literária, Colunas

“Adeus ano velho, feliz ano novo!”. Janeiro chegou e com ele trouxe novas possibilidades. É um mês em que renovarmos nossas Forças e nossa Esperança em um mundo melhor.

Janeiro, do latim Ianuarius, é uma homenagem a Jano, deus do começo, das decisões e das escolhas na mitologia romana, que tinha duas faces, uma olhando para trás, o passado e outra olhando para a frente, o futuro.

Trata-se de período auspicioso: no dia 01, comemora-se o “Dia Mundial da Paz” criado pelo Papa Paulo VI ainda no ano de 1967. Dia 06, dois são os aniversariantes: dia de Reis e dia da Gratidão.

E 07 de janeiro foi o dia do Leitor.  O que seria da Literatura, dos autores e de suas obras, se não fossem os leitores? A própria existência da Literatura ficaria comprometida, porque não há uma arte sem público. Os autores produziriam suas obras e elas ficariam esquecidas nas prateleiras ou no fundo de uma gaveta.

O livro fechado é como uma casa sem dono. Não apresenta nenhuma importância. O escritor escreve para ser lido, para ser inquirido, para ser discutido. Ele espera que a sua criação seja habitada pela presença do leitor.

Ser leitor é ser um enriquecedor de livros, porque cada vez que um livro é lido, um novo fato é descoberto, um mistério é desvendado. É como se as palavras apresentassem novas conotações. A leitura e a interpretação nunca são as mesmas. Por isso, “um texto sem leitor é um não texto”.

Cada livro é um convite e um desafio a sair do silêncio e da ignorância, mas para isso precisa ser aberto e lido. Aqui, reside a importância do leitor. Sem ele, o livro será sepultado.

O leitor é, pois, a peça chave do texto. Através dele, o texto será reinterpretado, ganhará novo sentido e conotação, a literatura será propagada, novas culturas serão descobertas. A sobrevivência da obra depende de você. O que vai ler em 2021?

Sobre Luciana Bessa

Doutora em Letras pela Universidade Federal do Ceará e Coordenadora da Roda de Poesia do Coletivo Camaradas

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.