Ela preparou tudo

A mesa estava colorida. Ela preparou a composição de cores e formas com afinco. Diversidade de sabores preencheu a extensão da mesa…




Coluna do Alexandre Lucas, Colunas

A mesa estava colorida. Ela preparou a composição de cores e formas com afinco.  Diversidade de sabores preencheu a extensão da mesa. Um banquete verde, arrumadinho que dava até receio de decompor.   Folhas de todos tipos: alface, acelga, almeirão, agrião, couve e repolho. Tinha também chuchu, beterraba, quiabo, pepino. Uma pratada de pequi, vários pratos de intenso cheiro de cebola e pimentão, pedaços multicolores de cebola e pimentão lembravam as   pinturas de Polloclk.

Passou a manhã toda esculpindo e compondo com verduras, legumes e frutos, tudo ao seu gosto.  Ela era a artista da manhã preparando versos de sabores para partilhar com o amado. Partilhar o momento de comer, às vezes, é como um desses beijos que trepidam a respiração ou dessas lembranças   que nos enche os olhos de purpurina.     

Meio dia e meio, a fome já estrangulava as forças e os pensamentos. A mesa e ela estavam impecáveis. Ela só esqueceu de combinar com o amado, que detestava verduras e legumes e que tinha ânsia de vômito ao encontrar com os pimentões.  

Sobre Alexandre Lucas

Pedagogo, Presidente do Conselho Municipal de Políticas do Crato-CE, integrante do Coletivo Camaradas e da Comissão Cearense do Cultura Viva.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.