Cabeças de Bonecas

A cabeça daquele corpo estava ali entre as cabeças das bonecas e outras cabeças humanas.




Imagem: depositphotos

Andava pela rua um homem, devia ser um homem. Certeza mesmo é que era um corpo humano, não dava para ver seu rosto. Calça preta e uma camisa branca cheia de nomes escritos com uma caneta vermelha. Sua cabeça estava coberta por cabeças de bonecas de todos os tamanhos, sujas e deformadas. Cabeças dessas abandonadas ao relento, quando as bonecas não servem mais.

Aquele corpo andava em silêncio pelas ruas. Algumas pessoas paravam e se perguntavam o que era aquilo, outras nem percebiam. Tinha gente que a partir daquele corpo criava histórias para justificar o que não tinha sido contado, do outro lado da rua surgiam gritos: “olha o doido”, “não tem o que fazer, vagabundo?”.

Em silêncio, o corpo andava seguindo uma procissão com suas cabeças de bonecas. Dessas procissões que têm como ponto de partida e de chegada as nossas cabeças. 

O corpo seguia se desentendendo e reinventando no corredor de olhares, histórias e insultos. 

A cabeça daquele corpo estava ali entre as cabeças das bonecas e outras cabeças humanas.   

O corpo parecia um monstro andando pelas ruas. Os monstros existem e não usam cabeças de bonecas. Aos poucos o corpo foi ficando distante e desapareceu. Nunca mais vi aquele homem, acho que era homem, nunca soube ao certo.  Só sei que os monstros seguem em corpos sem cabeças de bonecas. 

Carregar mais Posts Relacionados
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Não quero ser gente

    É do senso comum e de âmbito familiar, em especial no seio das camadas populares expressões do tipo “Se não você não estudar não será gente”, “Estuda para ser gente”, “Quem não estuda não consegue ser gente”. No campo da pedagogia, essas expressões precisam ser apuradas na sua essência, pois estão diretamente ligadas as concepções pedagógicas de educação e ao processo de manutenção e transformação social.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Uma cidade para além da ciranda dos nossos pares

    O desafio da gestão democrática e participativa das cidades reside em ampliar vozes
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Costureira do escuro

    A noite estava mais escura, as luzes dos postes e das casas deviam ter se cansado ou se reuniram para fazer greve. Quando as luzes se apagam, sem a nossa vontade, os que estão espalhados se juntam, parece até que o escuro é perverso ou que ele tira nossos olhos e nossa coragem.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Sensibilidade, burocracia e o conflito na Lei Aldir Blanc

    A Lei de Proteção Social da Cultura recolou o principal marco regulatório das políticas públicas para a cultura no pais na centralidade das discussões
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Cabeças de Bonecas

    A cabeça daquele corpo estava ali entre as cabeças das bonecas e outras cabeças humanas.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    O duelo da práxis e da hipocrisia nos programas de governo

    Os programas de governos nas disputas eleitorais são importantes instrumentos para definir o perfil das candidaturas e o caráter possível dos governos eleitos. Apesar dos programas de governos não serem o vetor que possibilita na maioria das vezes a vitória eleitoral, tendo em vista, que historicamente, as eleições são decididas pelo poderio econômico, basta ver o caráter de representação parlamentar nos três níveis federativos, a maioria dos eleitos entram pelo caminho do suporte financeiro de suas campanhas e não pelas suas proposições.
Carregar Mais Por Alexandre Lucas
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Não quero ser gente

    É do senso comum e de âmbito familiar, em especial no seio das camadas populares expressões do tipo “Se não você não estudar não será gente”, “Estuda para ser gente”, “Quem não estuda não consegue ser gente”. No campo da pedagogia, essas expressões precisam ser apuradas na sua essência, pois estão diretamente ligadas as concepções pedagógicas de educação e ao processo de manutenção e transformação social.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Uma cidade para além da ciranda dos nossos pares

    O desafio da gestão democrática e participativa das cidades reside em ampliar vozes
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Costureira do escuro

    A noite estava mais escura, as luzes dos postes e das casas deviam ter se cansado ou se reuniram para fazer greve. Quando as luzes se apagam, sem a nossa vontade, os que estão espalhados se juntam, parece até que o escuro é perverso ou que ele tira nossos olhos e nossa coragem.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Sensibilidade, burocracia e o conflito na Lei Aldir Blanc

    A Lei de Proteção Social da Cultura recolou o principal marco regulatório das políticas públicas para a cultura no pais na centralidade das discussões
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    Cabeças de Bonecas

    A cabeça daquele corpo estava ali entre as cabeças das bonecas e outras cabeças humanas.
  • Coluna do Alexandre Lucas Colunas

    O duelo da práxis e da hipocrisia nos programas de governo

    Os programas de governos nas disputas eleitorais são importantes instrumentos para definir o perfil das candidaturas e o caráter possível dos governos eleitos. Apesar dos programas de governos não serem o vetor que possibilita na maioria das vezes a vitória eleitoral, tendo em vista, que historicamente, as eleições são decididas pelo poderio econômico, basta ver o caráter de representação parlamentar nos três níveis federativos, a maioria dos eleitos entram pelo caminho do suporte financeiro de suas campanhas e não pelas suas proposições.
Carregar Mais Em Coluna do Alexandre Lucas

Sobre Alexandre Lucas

Pedagogo, Presidente do Conselho Municipal de Políticas do Crato-CE, integrante do Coletivo Camaradas e da Comissão Cearense do Cultura Viva.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram did not return a 200.

Siga-nos!