Ala feminina da casa de Juvenal Galeno dá voz a mulher na literatura Cearense

Idealizada nos mesmos moldes de uma Academia de Letras, com quarenta patronas, cuja missão era acolher a intelectualidade feminina do Ceará, que até então frequentava as festas promovidas pelo Salão do Poeta na condição de acompanhantes de seus respectivos maridos




A residência do poeta Juvenal Galeno, construída pelos idos de 1888, é hoje a Casa de Juvenal Galeno e localiza-se à Rua General Sampaio, nº 1128, bairro Centro, na Terra do Sol, Fortaleza – Ce. Ela sempre foi frequentada pelos nomes mais importantes da cultura cearense, como Patativa do Assaré, Raquel de Queiroz, Demócrito Rocha etc.

Por isso, em 1919, a filha do poeta, Henriqueta Galeno (1887-1964), resolveu criar o Salão Juvenal Galeno e abriu suas portas para um público seleto e numeroso das mais diferentes artes. No ano de 1936, sem a presença do pai, pois já havia falecido em 1931, Henriqueta inaugurou o salão nobre da casa, que passou a se chamar Casa de Juvenal Galeno. Atualmente é um equipamento social mantido pelo Governo do Estado e abriga mais de dez instituições literárias, dentre elas a Ala Feminina da Casa de Juvenal Galeno.

Idealizada nos mesmos moldes de uma Academia de Letras, com quarenta patronas (hoje sessenta), cuja missão era acolher a intelectualidade feminina do Ceará, que até então frequentava as festas promovidas pelo Salão do Poeta na condição de acompanhantes de seus respectivos maridos.

Em 1949 Cândida Galeno (1918-1989), neta de Juvenal Galeno, cria a “Revista Jangada” com o propósito de levar para outros mares a Literatura Feminina cearense, que durante décadas foi construída somente por homens.

Há 83 anos a Ala Feminina recebe mulheres, sempre nos segundos domingos de cada mês, divulga seus trabalhos, as coloca em contato com outras entidades culturais, promove concursos literários e lançamentos de antologias poéticas.

Como linguagem é poder, a mulher lutou e conquistou o direito de narrar sua própria história. A Ala Feminina contribuiu para esse protagonismo.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Luciana Bessa
Carregar Mais Em Coluna Literária

Sobre Luciana Bessa

Doutoranda em Letras pela Universidade Federal do Ceará e Coordenadora da Roda de Poesia do Coletivo Camaradas

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram did not return a 200.

Siga-nos!